Início Coluna Cirurgião plástico revela mitos e verdades sobre lipoaspiração

Cirurgião plástico revela mitos e verdades sobre lipoaspiração

por Redação CPAH
Por Dr. Bora Kostic
A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico muito desejado, mas ainda cercado de mitos por uma grande parcela das pessoas. Diante disso, o cirurgião-plástico Dr. Bora Kostic revelou alguns mitos e fatos sobre a cirurgia.
“Pessoas magras não podem fazer lipo”
De acordo com o médico, isso é um mito.  O intuito da lipoaspiração é retirar gorduras localizadas e redefinir o contorno corporal. Ela deve ser feita em pessoas consideradas saudáveis e que não estejam muito acima do peso.
“Vou fazer uma lipo porque ela ajuda emagrecer”
Mito. Conforme o médico, a lipoaspiração não é um tratamento para emagrecer. Estudos preliminares mostram que, além de melhorar o aspecto corporal, a remoção das gorduras pode diminuir o risco cardiovascular, ajudar no controle da pressão arterial e reduzir os níveis de insulina em jejum, mas não especialmente para emagrecer.
“Dá para fazer lipoaspiração em vários locais do corpo”
Verdade. A lipoaspiração pode ser realizada em diversas partes do corpo. Além da barriga, ela pode ser usada para retirar a gordura localizada dos flancos, costas, culotes, coxas, joelhos, braços, peitoral e papada.
Por fim, o Dr. Bora Kostic reforçou: “é muito importante que o paciente procure sempre um profissional de alta capacidade, vasto currículo e experiência. Não se apegue apenas ao Instagram. Procedimentos cirúrgicos são sérios, ainda que sejam para fins estéticos. Seguindo isso e as ordens médicas, é só aproveitar seus resultados”.
Sobre Dr. Bora Kostić

Dr. Velibor Kostić, conhecido como Bora Kostić, se formou em Medicina na Universidade Federal de Belgrado, na Sérvia, chegando a servir na guerra de 1999. Especializou-se em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica no Hospital Geral de Bonsucesso. Neste meio tempo, fez estágio no Departamento de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Microcirurgia do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro. Revalidou o diploma de Medicina na Universidade Federal de Santa Catarina. Bora é membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e membro ativo da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e da Sociedade Americana de Cirurgia Estética.

CRM 13444 e CRQ 7277.

Alguns destaques

Deixe um comentário

treze − sete =

Translate »