Início Coluna Sedentarismo: saiba cinco motivos para começar a se exercitar imediatamente

Sedentarismo: saiba cinco motivos para começar a se exercitar imediatamente

por Redação CPAH

Por Patrícia Santiago

O sedentarismo pode afetar até 500 milhões de pessoas no mundo todo até o fim da década com doenças cardíacas, obesidade, diabetes e outras doenças não transmissíveis, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O número é praticamente o dobro da população inteira do Brasil. Segundo dados do IBGE, em 2019, 40,3% dos brasileiros estavam sedentários.

É este um dos cenários que faz com que dia 10 de março seja estipulado pela OMS como o Dia Mundial do Combate ao Sedentarismo. A data é simbólica, mas o debate em torno do problema precisa ocorrer o ano todo.

Pensando em fazer um alerta sobre a necessidade de mudança de hábitos e o perigo do sedentarismo, a doutora Patrícia Santiago, médica com pós-graduação em Nutrologia, enumerou 5 motivos para que você comece a se exercitar agora mesmo.

1- Redução do risco de doenças metabólicas

“Deixar o sedentarismo de lado e começar a se exercitar pode prevenir doenças como Hipertensão, diabetes, problemas cardiovasculares e outra série de problemas”, mencionou.

2- Combate a Ansiedade e Depressão

“O exercício traz essa melhora de humor, traz maior sensação de bem estar, sobretudo devido a liberação de neurotransmissores durante essa prática”, exemplificou.

3- Ajuda no controle de peso

“Não é novidade para ninguém que o que pode nos ajudar e muito a evitar o chamado ‘efeito sanfona’ (emagrece mas volta a engordar e isso se torna um ciclo) e a obesidade é o exercício físico. A atividade melhora também a composição corporal e trabalha ainda a prevenção de doenças como a Sarcopenia (perda de massa e musculatura esquelética)”, disse.

4- Melhora na qualidade do sono

“O seu corpo vai ter um descanso bem melhor conforme o exercício for se encaixando na sua rotina. É um sono recuperador”, falou.

5- Longevidade

“A prática de exercício está ligada diretamente ao aumento da expectativa de vida, justamente por limitar, como já dito, o desenvolvimento de uma série de doenças”, finalizou.

Sobre Patrícia Santiago

Patrícia é graduada em medicina  pela Universidade Estadual do Amazonas desde 2013, com pós graduação em Nutrologia. Atua na área de emagrecimento e performance desde 2015 com ampla experiência no acompanhamento de pacientes bariátricas. No momento desenvolvendo a comunicação digital para pacientes com foco em reeducação alimentar, mudança de estilo de vida e alta performance.

Alguns destaques

Deixe um comentário

dezessete − onze =

Translate »