Início Coluna Trabalha muito tempo sentado? Cuidado, você pode estar prejudicando os quadris

Trabalha muito tempo sentado? Cuidado, você pode estar prejudicando os quadris

Dr. David Gusmão alerta os perigos de passar horas nessa posição

por Redação CPAH

Por Dr. David Gusmão

Muitas pessoas passam longas horas do dia sentadas, seja no escritório, em frente ao computador ou durante viagens prolongadas. No entanto, o ortopedista e especialista em quadril, Dr. David Gusmão, alerta para os perigos que essa prática pode representar para a saúde dos quadris.

De acordo com o Dr. Gusmão, passar muito tempo sentado pode levar a diversos problemas nos quadris, incluindo a compressão das articulações, diminuição da circulação sanguínea e o encurtamento dos músculos que envolvem essa região. Isso pode resultar em dor, desconforto e até mesmo em condições mais sérias, como a bursite do quadril ou a síndrome do piriforme.

Para evitar esses problemas, o especialista oferece algumas dicas simples:

1. Levante-se regularmente:
Tente se levantar e movimentar-se a cada 30 minutos, mesmo que seja apenas por alguns minutos.

2. Faça alongamentos: Pratique alongamentos específicos para os músculos do quadril. O Dr. Gusmão recomenda exercícios como o alongamento do piriforme e a flexão dos quadris.

3. Mantenha uma postura correta: Ajuste a altura da cadeira, da mesa e do computador para que fiquem alinhadas com a altura do seu corpo, evitando a sobrecarga nos quadris.

4. Fortaleça os músculos do quadril: Exercícios de fortalecimento muscular podem ajudar a proteger os quadris.

Caso você já esteja enfrentando dores nos quadris, Gusmão recomenda buscar a ajuda de um especialista. Não ignore as dores, pois elas podem se agravar se não forem tratadas adequadamente.

A saúde dos quadris é fundamental para a qualidade de vida, e seguir essas dicas de prevenção e buscar ajuda profissional quando necessário pode garantir que você mantenha seus quadris saudáveis e funcionando corretamente.

Sobre Dr. David Gusmão

Médico pela PUC-RS, carrega no sangue a paixão e a tradição pela medicina e ortopedia. Membro de uma família com profissionais da área, cresceu acompanhando treinamentos. Acompanhou a primeira cirurgia de um paciente quando tinha 11 anos de idade. Após a graduação, fez a residência na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e especialização em quadril em Curitiba, na Inglaterra (Oxford e Exeter – no Princess Elizabeth Orthopaedic Centre) e na Itália, (em Bologna – no Instituto Rizzoli). 

Alguns destaques

Deixe um comentário

seis + 1 =

Translate »