Início Coluna É possível reverter a idade biológica? Novo estudo analisa impactos de intervenções no processo de envelhecimento

É possível reverter a idade biológica? Novo estudo analisa impactos de intervenções no processo de envelhecimento

De acordo com a médica e cirurgiã plástica especialista em rejuvenescimento, Dra. Elodia Avila, a idade biológica engloba muito mais do que o aspecto da pele

por Redação CPAH

Por Dra. Elodia Avila

Desde a antiguidade diversos povos buscavam pela lendária fonte da juventude, uma suposta nascente de águas capazes de reverter a idade de quem a bebesse, algo que se assemelha à busca atual por métodos e tecnologias capazes de entender e reduzir, não só aspectos físicos, mas também a chamada idade biológica.

Qual a diferença entre idade biológica e cronológica?

De acordo com a médica e cirurgiã plástica especialista em rejuvenescimento Dra. Elodia Avila, cuidados estéticos são apenas “a ponta do iceberg” de um processo de rejuvenescimento completo.

Tratamentos e cirurgias estéticas são uma parte importante do processo de rejuvenescimento, mas não podem ser tidos como mais importantes pois para que ele seja realmente completo é importante que eles sejam associados a uma série de outros cuidados essenciais que tratam da idade biológica”.

A idade biológica refere-se ao estado funcional dos tecidos, órgãos e sistemas do corpo, medindo a saúde e a vitalidade em relação ao tempo vivido, sendo influenciada por fatores como genética, estilo de vida e exposição a estresses ambientais, já a idade cronológica, por outro lado, é a medida do tempo transcorrido desde o nascimento, ou seja, sua idade tradicional, sob a qual não se pode fazer nada para alterar, ao contrário da idade biológica” Explica Dra. Elodia Avila.

Estudo revela a possibilidade de um rejuvenescimento completo

A ciência busca recorrentemente estratégias para estimular a regressão de idade biológica, no entanto, um novo estudo realizado por um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos apontou que abordagens multifatoriais em mudanças no estilo de vida podem ser a chave para o rejuvenescimento.

O estudo analisou seis mulheres que foram submetidas durante oito semanas a uma série de mudanças de estilo de vida, envolvendo sono, dieta, relaxamento, exercícios físicos e processos de metilação – Processo bioquímico que envolve a adição de grupos metila à molécula de DNA, influenciando a expressão gênica. Ao fim do processo foi identificada uma redução média de 4,60 anos na idade biológica do paciente.

Este estudo reforça que não basta uma mudança específica ou um tratamento único para o processo de rejuvenescimento, é necessário uma abordagem mais completa e sempre com acompanhamento profissional”.

O rejuvenescimento deve ser feito considerando o organismo como um todo para ter não apenas uma aparência jovem, como uma saúde, mobilidade, raciocínio e cognição jovens” Afirma Dra. Elodia Avila.

Sobre a Dra. Elodia Avila
Dra. Elodia Avila é uma cirurgiã plástica, formada em medicina pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Desenvolveu o conceito estético de Estrutura Facial baseado na Análise-Facial Tridimensional – cálculos matemáticos individuais que ajudam a direcionar melhor os tratamentos estéticos e obter melhores resultados. Escritora, entrevistadora e Artista Plástica. Tem o QI de 141 pontos comprovados e faz parte de grupo de adultos com alto QI GAIA/QI.

Alguns destaques

Deixe um comentário

19 + onze =

Translate »