Início Coluna Como a cirurgia ortognática pode ajudar na perda de peso? Especialista explica

Como a cirurgia ortognática pode ajudar na perda de peso? Especialista explica

por Redação CPAH

Por Dr. Marcelo Galindo

A obesidade é um dos maiores problemas da sociedade, de acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde – atualmente, mais de um bilhão de pessoas são consideradas obesas e estima-se que até 2050 mais 167 milhões de pessoas entrem na lista.

Ela é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo, o que pode levar a uma série de complicações de saúde, como diabetes, doenças cardíacas e respiratórias, além de diminuir a qualidade de vida do indivíduo, lutar contra a obesidade não é uma tarefa fácil, mas cada vez mais a ciência tem apontado estratégias para combatê-la.

Segundo o artigo “O uso da cirurgia ortognática como início para um programa de perda de peso eficaz”, publicado recentemente pela revista científica “Contribuciones a las ciencias sociales” pelo cirurgião bucomaxilofacial Dr. Marcelo Galindo Soares, a nutricionista Dra. Daniele Sarpa e o doutor em odontologia Dr. Danilo Passeado Branco, os cuidados nutricionais no pós-cirúrgico da cirurgia ortognática ajudam a intensificar o emagrecimento.

A cirurgia ortognática é um procedimento que tem como objetivo reposicionar ou restaurar os ossos dos maxilares para possibilitar uma melhor qualidade de vida a pacientes que apresentam assimetria e anomalias na face, que causam, além dos prejuízos estéticos, problemas na mastigação, estalos e dores, para a realização da cirurgia também é necessária a realização de uma avaliação e acompanhamento nutricional.

Devido às restrições de dieta após a cirurgia […], a perda de peso é esperada no pós-operatório, em pacientes com excesso de peso selecionados, a perda de peso esperada pode potencializar o resultado de um programa de emagrecimento” Afirma o estudo.

De acordo com o cirurgião bucomaxilofacial Dr. Marcelo Galindo, autor do estudo, a avaliação nutricional é um processo importante para a realização da cirurgia ortognática.

Durante o pós-operatório é necessário que haja o acompanhamento nutricional, ele é fundamental para que o paciente consiga a ingestão calórica adequada e alimentação equilibrada mesmo com as restrições de dieta”.

O que foi demonstrado através do estudo de caso do paciente analisado pelo artigo, que foi submetido a uma cirurgia corretiva de mandíbula, é que esse processo de acompanhamento nutricional ajudou na perda de peso e IMC pela baixa ingestão de alimento e readequação de dieta durante o processo” Afirma Dr. Marcelo Galindo.

Além disso, o artigo também apontou que a melhora na autoestima do paciente após a realização da cirurgia impulsionou a força de vontade de manter uma alimentação saudável, iniciar e manter uma rotina de exercícios, o que converge para auxiliar na perda de peso.

Sobre Marcelo Galindo

Galindo é um Cirurgião Bucomaxilofacial graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Fluminense (UFF), com Residência Médica no Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e Fellowship em cirurgia Ortognática pela Universidade de Oklahoma-EUA. Hoje tem atuação mais forte no Rio de Janeiro e em Niterói/RJ.

Alguns destaques

Deixe um comentário

um × 5 =

Translate »