Início Coluna Especialista alerta riscos da medicação para perda de peso durante a amamentação

Especialista alerta riscos da medicação para perda de peso durante a amamentação

por Redação CPAH

Por Dra. Lorena Balestra

Amamentar é um ato de amor e nutrição para o bebê, mas muitas mães enfrentam dúvidas e preocupações ao decidir começar uma medicação para tratar a obesidade. 

A Dra Lorena Balestra, nutrologista e endocrinologista, alerta que a maioria dos medicamentos para perda de peso não é recomendada para mulheres que amamentam. “Os medicamentos podem passar para o leite materno e afetar o bebê em desenvolvimento, além de terem efeitos colaterais significativos e desconhecidos durante a gestação e puerperio”, explica a médica.

Outro ponto a ser considerado é que a perda de peso excessiva durante a amamentação pode reduzir a produção de leite, comprometendo a nutrição do bebê. Por isso, a Lorena recomenda uma abordagem segura e saudável para a perda de peso, com uma dieta equilibrada e exercícios físicos regulares.

Compreender os riscos associados à medicação durante a amamentação é fundamental para a saúde da mãe e do bebê. A amamentação pode ter muitos benefícios, incluindo a redução do risco de obesidade na criança, por isso é importante que as mães continuem a amamentar enquanto buscam opções seguras para a perda de peso.

Lorena afirma a importância de uma abordagem individualizada para cada paciente, especialmente quando se trata de perda de peso durante a amamentação “O papel do médico ou nutricionista é orientar as mães sobre as opções de tratamento seguras e eficazes para alcançar seus objetivos de perda de peso”, salienta.

“É importante que as mulheres busquem orientação sobre dieta e exercício durante a amamentação. Assim, é possível emagrecer de forma saudável e sem prejudicar a saúde do bebê”, afirma a Balestra. Por isso, se você estiver amamentando e precisar de ajuda para perder peso, não hesite em procurar um profissional de saúde qualificado e especializado no assunto.

Sobre a Dra. Lorena Balestra

Lorena é médica pós-graduada em nutrologia e endocrinologia. Em 2013 fez um workshop de biologia molecular na Michigan State University, em Michigan.

Alguns destaques

Deixe um comentário

14 − 4 =

Translate »