Início Notícias Nova pesquisa revela riscos de separar donos e animais de estimação durante crises

Nova pesquisa revela riscos de separar donos e animais de estimação durante crises

Conduzido por uma equipe de pesquisadores da Universidade James Cook, incluindo a doutoranda Jasmine Montgomery e os professores Janice Lloyd e Zhanming Liang, o estudo enfatiza a necessidade de incorporar animais de estimação nos planos de emergência e serviços de apoio.

por Redação CPAH

Um estudo inovador, apresentado na conceituada revista Anthrozoös, aborda a intricada relação entre humanos e seus animais de estimação, especialmente sob circunstâncias adversas como violência doméstica e catástrofes naturais. Conduzido por uma equipe de pesquisadores da Universidade James Cook, incluindo a doutoranda Jasmine Montgomery e os professores Janice Lloyd e Zhanming Liang, o estudo enfatiza a necessidade de incorporar animais de estimação nos planos de emergência e serviços de apoio.

Impacto Emocional da Separação em Tempos Críticos

Analisando dados de 27 anos, os pesquisadores descobriram que a separação forçada de animais de estimação pode intensificar o trauma psicológico para os donos, além de colocar em risco a segurança dos animais. “Nossas descobertas mostram que, especialmente em casos de violência doméstica, os animais de estimação podem ser submetidos a maus-tratos e até à morte”, revela Jasmine Montgomery.

Riscos Agravados por Falta de Recursos Adequados

A pesquisa evidencia que a ausência de serviços de apoio que acomodem animais de estimação leva muitos a hesitar ou mesmo evitar buscar ajuda em situações perigosas. Em cenários de desastres naturais, a decisão entre deixar um animal para trás ou arriscar a própria segurança é um dilema comum.

Uma Chamada para Ações Inclusivas

O estudo sugere a implementação de políticas e serviços que considerem o vínculo entre humanos e animais, como refúgios que aceitem animais de estimação e planos de evacuação que os incluam. “Precisamos reconhecer a importância dos animais de estimação na vida das pessoas e garantir que as políticas reflitam essa realidade”, afirma a equipe de pesquisa.

Limitações e Perspectivas Futuras

Apesar de seus resultados significativos, o estudo reconhece algumas limitações, como a concentração em literatura de língua inglesa, o que pode ter excluído perspectivas culturais diversas. Contudo, a pesquisa serve como um recurso crucial para enfrentar os desafios relacionados à separação forçada de humanos e animais em crises, ressaltando a importância de considerar o bem-estar emocional e físico de ambos.

Alguns destaques

Deixe um comentário

16 + catorze =

Translate »