Início ColunaNeurociências Revolução no entendimento da memória: O papel vital da oxitocina

Revolução no entendimento da memória: O papel vital da oxitocina

Novas descobertas sobre a oxitocina revelam mecanismos cruciais na memória de reconhecimento de objetos

por Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Ciências de Tóquio e publicado na PLOS One em 16 de novembro de 2023, investiga a influência da oxitocina (OXT) nas funções cognitivas de camundongos, com foco especial na memória de reconhecimento de objetos. A pesquisa emprega técnicas farmacogenéticas para ativar neurônios OXT no cérebro, especificamente no núcleo hipotalâmico paraventricular (PVN), e examina suas implicações na aprendizagem e na memória. 

A ativação de neurônios OXTérgicos mostrou melhorar significativamente a memória de reconhecimento de objetos a longo prazo. Esta melhoria foi observada por meio do aumento de células positivas para c-Fos no PVN e no núcleo supramamilar (SuM), bem como no giro denteado do cérebro, após a realização da Novel Object Recognition Task (NORT). Interessantemente, não houve alteração na memória espacial de curto prazo nos testes do labirinto em Y, mas um aumento notável na memória de reconhecimento de objetos a longo prazo foi evidenciado.

Além disso, a pesquisa sugere que a ativação seletiva de axônios OXTérgicos no SuM leva os camundongos a gastar mais tempo explorando novos objetos, indicando uma modulação direta da memória de reconhecimento de objetos. Estes achados ampliam a compreensão do papel da oxitocina além de sua associação com laços sociais, sugerindo seu potencial terapêutico no tratamento de doenças cognitivas como a demência e o Alzheimer.

O estudo representa um avanço significativo na compreensão dos mecanismos neurais e moleculares subjacentes à função cognitiva, oferecendo novas perspectivas para intervenções farmacêuticas na demência e outras doenças relacionadas ao declínio cognitivo.

Referência:

Saitoh, A., Takahashi, J., Hasegawa, E., Kikusui, T., Hattori, T., Mogi, K., et al. (2022). Oxytocinergic projection from the hypothalamus to supramammillary nucleus drives recognition memory in mice. PLOS ONE, 17(11), e0294113. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0294113

Alguns destaques

Deixe um comentário

quatro × cinco =

Translate »