Início ColunaNeurociências A relação entre TDAH e o desempenho em testes de QI

A relação entre TDAH e o desempenho em testes de QI

A seguir estão alguns achados de estudos que investigam essa relação

por Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues

Pessoas com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) frequentemente apresentam um desempenho inferior em testes de QI (Quociente de Inteligência) em comparação com indivíduos sem o transtorno. A seguir estão alguns achados de estudos que investigam essa relação:

  1. Desempenho Neuropsicológico e Sintomas de TDAH: Crianças com TDAH tendem a apresentar desempenho abaixo da média em testes neuropsicológicos que medem funções executivas, como atenção sustentada, inibição de respostas e memória de trabalho. Esses déficits são particularmente evidentes em testes que exigem recall/retrieval livre, que depende do funcionamento intacto das regiões frontais do cérebro (Muir-Broaddus et al., 2002).
  2. Relação entre TDAH e Desempenho em Testes de QI: Estudo com 326 crianças com TDAH mostrou que aquelas com QI superior (≥120) tendem a ter um desempenho melhor em testes contínuos de performance visual e auditiva em comparação com crianças com QI médio (70-120). No entanto, mesmo com QI elevado, essas crianças ainda apresentaram déficits em algumas áreas, sugerindo que a categorização dos testes de desempenho contínuo deve considerar o QI (Park et al., 2011).
  3. Impacto dos Sintomas de TDAH no Desempenho Intelectual: Um estudo focado em presidiários islandeses com TDAH indicou que os sintomas do TDAH em adultos afetam negativamente o desempenho em testes intelectuais, independentemente do tempo de conclusão do teste. Os sintomas de TDAH na idade adulta prejudicam significativamente o desempenho intelectual (Goodwin et al., 2011).
  4. Mascaramento de Déficits Cognitivos por QI Elevado: Adultos com TDAH e QI elevado podem apresentar menos evidências de déficits nas funções executivas em comparação com aqueles com QI padrão. Isso sugere que um QI mais alto pode compensar déficits nas funções executivas, complicando o diagnóstico preciso de TDAH (Milioni et al., 2017).
  5. Diferenças de Desempenho em Testes de QI: Um estudo metanalítico encontrou que adultos com TDAH apresentam pontuações mais baixas em testes de inteligência do WAIS em comparação com adultos sem TDAH. No entanto, essa diferença foi considerada pequena e sem significado clínico relevante, sugerindo que apenas um subconjunto de adultos com TDAH pode ter habilidades intelectuais gerais mais baixas (Bridgett & Walker, 2006).

Em resumo, indivíduos com TDAH frequentemente apresentam um desempenho inferior em testes de QI, especialmente em áreas que requerem funções executivas, apesar de algumas variáveis como QI elevado poderem mascarar esses déficits. Esta conclusão é suportada por múltiplos estudos que destacam a relação entre TDAH e desempenho em testes de QI.

ANTSHEL, K. et al. High IQ May “Mask” the Diagnosis of ADHD by Compensating for Deficits in Executive Functions in Treatment-Naïve Adults With ADHD. *Journal of Attention Disorders*, v. 21, n. 5, p. 455-464, 2017. 

BRIDGETT, D. J.; WALKER, M. Intellectual functioning in adults with ADHD: a meta-analytic examination of full scale IQ differences between adults with and without ADHD. *Psychological Assessment*, v. 18, n. 1, p. 1-14, 2006. 

GOODWIN, E. J. et al. The impact of ADHD symptoms on intelligence test achievement and speed of performance. *Personality and Individual Differences*, v. 50, p. 1273-1277, 2011. 

MUIR-BROADDUS, J. et al. Neuropsychological test performance of children with ADHD relative to test norms and parent behavioral ratings. *Archives of Clinical Neuropsychology*, v. 17, n. 7, p. 671-689, 2002. 

PARK, M. H. et al. Differences in Performance of ADHD Children on a Visual and Auditory Continuous Performance Test according to IQ. *Psychiatry Investigation*, v. 8, n. 3, p. 227-233, 2011. 

Alguns destaques

Deixe um comentário

cinco × 4 =

Translate »