Início ColunaDermatologia Síndrome de Ehlers-Danlos (SED)

Síndrome de Ehlers-Danlos (SED)

Pessoas com SED possuem um defeito na produção de colágeno, uma proteína importante para o funcionamento adequado do tecido conjuntivo. Esse defeito pode causar diversos sintomas

por Redação CPAH

Síndrome de Ehlers-Danlos (SED) é um grupo de doenças hereditárias do tecido conjuntivo. O tecido conjuntivo fornece suporte para a pele, ossos, articulações, vasos sanguíneos e outros órgãos. Pessoas com SED possuem um defeito na produção de colágeno, uma proteína importante para o funcionamento adequado do tecido conjuntivo. Esse defeito pode causar diversos sintomas, incluindo:

  • Articulações frouxas que podem se deslocar facilmente (hipermobilidade articular)
  • Pele elástica e aveludada que se machuca com facilidade (hiper extensibilidade dérmica)
  • Dor crônica
  • Fadiga
  • Sangramento fácil

Existem vários tipos de SED, cada um com seu próprio conjunto de sintomas. Os tipos mais comuns incluem:

  • SED Hipermobilidade (hEDS): É o tipo mais comum de SED. Os sintomas podem variar amplamente, mas podem incluir hipermobilidade articular, dor crônica e fadiga.
  • SED Clássica: Esse tipo de SED é caracterizado por articulações frouxas, pele elástica e hematomas fáceis.
  • SED Vascular: É o tipo mais grave de SED. Pode causar vasos sanguíneos frágeis que podem romper-se facilmente, levando a graves problemas de sangramento.
  • SED Cifoescoliótica: Este tipo de SED é caracterizado por curvatura severa da coluna vertebral (cifose e escoliose).
  • Síndrome da córnea frágil: Este tipo de SED pode causar fraqueza da córnea, a camada transparente em forma de cúpula na parte frontal do olho.

Não há cura para a SED, mas existem tratamentos que podem ajudar a controlar os sintomas. O tratamento pode incluir medicamentos para dor, fisioterapia e terapia ocupacional. A cirurgia pode ser necessária para reparar articulações ou vasos sanguíneos danificados.

Se você acha que você ou alguém que conhece pode ter SED, é importante consultar um médico para diagnóstico e tratamento. O diagnóstico e tratamento precoces podem ajudar a prevenir complicações.

Alguns destaques

Deixe um comentário

13 + 7 =

Translate »