Início Coluna Medicamento contra Parkinson com nova tecnologia traz resultados promissores em testes

Medicamento contra Parkinson com nova tecnologia traz resultados promissores em testes

por Redação CPAH

Por Dr. Bruno Burjaili

Um novo medicamento, chamado ND0612, apresentou resultados promissores na nova etapa de testes contra a doença de Parkinson de forma contínua e menos invasiva, o que pode ajudar a trazer melhores resultados no tratamento da doença.

As substâncias-base do medicamento já são conhecidas (levodopa e carbidopa), mas essa nova estratégia conta com um sistema inovador para manter a continuidade da aplicação, utilizando um aparelho, semelhante a uma bomba utilizada na administração de insulina, que fornece o medicamento sob a pele continuamente ao paciente.

O novo método pode beneficiar o tratamento de pacientes com Parkinson, melhorando a sua qualidade de vida e reduzindo movimentos involuntários, explica o neurocirurgião Dr. Bruno Burjaili.

“Este novo método, em estudos ainda considerados iniciais, apresentou eficácia superior ao tradicional para reduzir as alterações da doença, evitando a ‘ida e vinda’ dos sintomas (o famoso ON-OFF), além de reduzir o tempo de discinesia, que são os movimentos involuntários,e aumentar o tempo em que a pessoa fica bem, isto é, sem tremores, lentidão ou rigidez”. Explica.

No entanto, Dr. Bruno alerta que o possível novo tratamento não exclui necessariamente a indicação dos outros, como o marca-passo cerebral, em que é especializado.

“É normal que pesquisas desse tipo acendam a esperança e direcionem o foco dos pacientes para essa nova possibilidade, mas é importante ressaltar que ela não exclui ou adia a necessidade das outras modalidades. O novo método pode surgir como um complemento a diversas outras técnicas, como medicamentos, terapias e o marca-passo cerebral (o DBS), que fazemos com frequência, para trazer melhor qualidade de vida ao paciente”. Alerta. ‘O que não queremos é que a pessoa que conta com essa expectativa, em vez de se ajudar, deixe de buscar ou atrase o benefício daquilo que já sabemos ser eficaz.'” Complementa Dr. Bruno Burjaili.

Alguns destaques

Deixe um comentário

1 + 11 =

Translate »