Início ColunaNeurociências Desvendando a química por trás dos transtornos de personalidade dramática

Desvendando a química por trás dos transtornos de personalidade dramática

Nos Transtornos de Personalidade Dramática (TPD), como Borderline, Narcisista, Histriônico e Antissocial, essa orquestra interna pode estar desafinada.

por Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues

Imagine um maestro regendo uma orquestra. No nosso cérebro, os neurotransmissores são como maestros, guiando pensamentos, emoções e comportamentos. Nos Transtornos de Personalidade Dramática (TPD), como Borderline, Narcisista, Histriônico e Antissocial, essa orquestra interna pode estar desafinada.

Neurotransmissores em Desequilíbrio:

  • Serotonina: A maestrina da felicidade, regula o humor, impulsividade e sono. Níveis baixos podem levar à tristeza, instabilidade e impulsividade.Imagine a orquestra sem ritmo e melodia.
  • Dopamina: A mensageira da recompensa,impulsiona a busca por prazer e motivação. Níveis desequilibrados podem levar à impulsividade,busca por atenção e dificuldade em pensar no futuro. A orquestra busca o ritmo a qualquer custo,sem se importar com a harmonia.
  • Noradrenalina: A guardiã da atenção, prepara o corpo para enfrentar desafios. Níveis elevados podem aumentar a ansiedade e a reatividade emocional. A orquestra está sempre em alerta,pronta para reagir a qualquer ameaça.
  • Glutamato: O maestro da comunicação, permite que os neurônios se comuniquem. Níveis desequilibrados podem dificultar a compreensão de diferentes perspectivas. A orquestra toca melodias diferentes, sem se entender.
  • GABA: O calmante natural, freia a atividade cerebral e promove a calma. Níveis baixos podem aumentar a ansiedade e a impulsividade. A orquestra está sempre agitada, sem conseguir se acalmar.

Fórmula Química dos Maestros:

  • Serotonina: C10H12N2O
  • Dopamina: C8H11NO2
  • Noradrenalina: C8H11NO3
  • Glutamato: C5H9NO4
  • GABA: C4H9NO2

Causas da Desafinação:

  • Fatores Químicos: Desequilíbrios na produção ou receptação dos neurotransmissores podem influenciar a melodia da orquestra.
  • Genética: A herança genética pode influenciar a quantidade e a sensibilidade aos neurotransmissores, como se fossem instrumentos afinados de maneira diferente.
  • Fatores Ambientais: Traumas, negligência e outros eventos da vida podem afetar a produção e a ação dos neurotransmissores, como se a orquestra tivesse passado por uma tempestade.

Afinando a Orquestra:

  • Terapia: A TCC ajuda a identificar e modificar pensamentos e comportamentos disfuncionais,como um maestro aprendendo a regir de forma mais harmoniosa.
  • Medicação: Regula os neurotransmissores,ajudando a aliviar sintomas como ansiedade,depressão e impulsividade, como afinar os instrumentos da orquestra.

Alguns destaques

Deixe um comentário

1 + quatro =

Translate »