Início ColunaNeurociências Quais os transtornos mentais comuns na era medieval?

Quais os transtornos mentais comuns na era medieval?

por Redação CPAH

1. Melancolia:

  • Descrição: Um estado de profunda tristeza, desânimo, apatia, perda de interesse em atividades prazerosas e dificuldade de concentração.
  • Causas: Diversas, como luto, perda, doenças físicas, desequilíbrios humorais e até mesmo influência dos astros.
  • Tratamentos: Orações, peregrinações, sangrias, purgas, banhos de ervas e mudanças no estilo de vida (dieta, sono, exercício físico).

2. Mania:

  • Descrição: Agitação, hiperatividade, euforia, delírios, grandiosidade, impulsividade e dificuldade de controlar o sono e o pensamento.
  • Causas: Associada principalmente à possessão demoníaca, mas também a desequilíbrios humorais e outras doenças físicas.
  • Tratamentos: Exorcismo, sangrias, purgas, confinamento e medidas para controlar a agitação física e verbal do paciente.

3. Demência:

  • Descrição: Perda progressiva da memória, da razão, das funções cognitivas e da capacidade de realizar atividades diárias.
  • Causas: Associada à velhice, doenças físicas, AVCs, traumatismos cranianos e, em alguns casos, à possessão demoníaca.
  • Tratamentos: Poucas opções eficazes, com foco em aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente.

4. Epilepsia:

  • Descrição: Convulsões epilépticas, que podiam variar em intensidade e frequência.
  • Causas: Desconhecidas na época, frequentemente associadas à possessão demoníaca, maldições divinas ou doenças físicas.
  • Tratamentos: Amuletos, orações, exorcismo e, em alguns casos, medidas para proteger o paciente durante as convulsões.

5. Ansiedade e Medo:

  • Descrição: Sentimentos excessivos de preocupação, apreensão, nervosismo, insônia, tremores e sudorese, podendo levar a ataques de pânico.
  • Causas: Diversas, como estresse, traumas, doenças físicas e até mesmo fatores espirituais (pecado, culpa).
  • Tratamentos: Orações, aconselhamento religioso, mudanças no estilo de vida e, em alguns casos, sangrias ou purgas para “remover o excesso de humores”.

Alguns destaques

Deixe um comentário

11 + 12 =

Translate »