Início Notícias Infarto de osso: descubra o que é o infarto no fêmur, uma condição gravíssima

Infarto de osso: descubra o que é o infarto no fêmur, uma condição gravíssima

por Redação CPAH

O cirurgião de quadril David Gusmão explica o que é um infarto ósseo e quais são os riscos

Você já ouviu falar em infarto de um osso? Embora possa parecer estranho, a condição clínica existe – e é grave! 

O cirurgião David Gusmão explica: “nem todo infarto tem a ver com nosso querido bombeador de sangue, o coração! Há também o infarto de osso, denominado clinicamente de osteonecrose da cabeça do quadril”, afirma o médico ortopedista. A osteonecrose é caracterizada por um quadro onde a cabeça do fêmur sofre uma falta de circulação sanguínea que continua de maneira progressiva na maior parte das vezes. 

Segundo o especialista em quadril David Gusmão, o processo dessa condição grave é semelhante ao do bombeamento do coração – o sangue não chega a essa parte da cabeça femoral e resulta em necrose. “O diagnóstico pode ser obtido via ressonância nuclear magnética. Nesses pacientes, é possível notar facilmente deformidades no quadril e em ossos afetados pela osteonecrose, quando está muito avançado” elucida o médico.

A osteonecrose pode ser causada por uma lesão ou pode ocorrer espontaneamente. “Dentre os sintomas estão dores e/ou incômodos em momento de repouso, retenção de movimentos e também dores nas regiões afetadas, como a virilha e o entorno do quadril. Pacientes que sofrem de um quadro agravado podem até mancar” alerta David Gusmão, autor de diversos livros sobre prótese e saúde em geral dos ossos quadril. 

Existe tratamento para osteonecrose? Sim! Caso apresente qualquer dos sintomas, procure um especialista em ortopedia: “quanto antes detectado o problema, melhor! Assim, é possível realizar um tratamento não cirúrgico ou também a substituição da cabeça do quadril em casos de gravidade mais avançada”, avisa o cirurgião David Gusmão

Confira o conteúdo do Instagram onde o ortopedista David Gusmão explica com mais detalhes sobre o infarto no fêmur.

Alguns destaques

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido! NÃO É PERMITIDO COPIAR !!