Início Opinião Dia Mundial da Alergia serve de alerta para os cuidados diante da rinite alérgica

Dia Mundial da Alergia serve de alerta para os cuidados diante da rinite alérgica

por Redação CPAH

Por Doutor Edson Freitas – médico otorrinolaringologista, especialista em nariz

A alergia é uma reação ou resposta exagerada do nosso organismo a um alérgeno inofensivo (ácaros, fungos, pólens, alguns alimentos, pelos de animais, medicamentos e etc.) – o qual o sistema imunológico cria mecanismos de defesa que se tornam prejudiciais à saúde humana.

Com a chegada do inverno, os casos de crises alérgicas aumentam, em especial a rinite – doença atópica que se caracteriza por uma inflamação da mucosa nasal, da qual resultam sintomas como: nariz entupido, coceira, espirros e coriza excessiva. O curioso, é o fato desses sinais, geralmente, serem ignorados. Tal comportamento leva ao prolongamento do quadro e consequentemente a uma complicação da doença.

A pior consequência que uma pessoa sofre com a congestão nasal é o fato de se ver obrigado a respirar pela boca, o que pode ocasionar irritação na garganta, ronco e voz anasalada. Isso também leva ao desenvolvimento de outros distúrbios, como: otite, sinusite, faringite, amigdalite e asma. Por isso, hoje (8/7), a população se conscientiza sobre a doença, pois ela merece atenção.

É possível se prevenir da rinite alérgica?

Tomando alguns alguns no ambiente doméstico e profissional é possível prevenir o desenvolvimento da rinite alérgica. Posso destacar as seguintes medidas de prevenção ou profiláticas:

Dr. Edson Freitas

* Exclusão de alcatifas, reposteiros, edredões de penas e peles de animais;

* Aquisição de colchões antialérgicos e de almofadas antialérgicas;

* Exclusão de animais domésticos e plantas naturais, em caso de doentes especificamente sensíveis;

* Utilização regular de desumidificadores para controlar a humidade, que acima dos 50% é favorável ao desenvolvimento de ácaros e fungos;

* Uso de purificadores de ar por filtragem.

*A rinite alérgica não tem cura, mas tem tratamento*

Os doentes com rinite alérgica podem viver sem sintomas, quando tratados corretamente. Os tratamentos para rinite alérgica indicados, permitem aliviar os sintomas e desta forma melhorar bastante a qualidade de vida das pessoas que padecem da doença.

Alguns destaques

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido! NÃO É PERMITIDO COPIAR !!